quinta-feira, 24 de março de 2011

Domingo. Almoço de família, de amigos de família. Esmalte vermelho na unha. Pernas não depiladas pro ar e um bom filme. Bom não, MARAVILHOSO... O LEITOR
Indicado a 5 Oscars, 5 Globos de Ouro e vários BAFTAs (incluindo melhor filme e direção e tendo Kate Winslet conquistado prêmios por sua interpretação) e baseado em livro de Bernhard Schlink, O Leitor traz a narrativa de Michael Berg interpretado pelos atores David Kross e Ralph Fiennes e Hanna Schmitz vivida pela atriz Kate Winslet. A trama inicia em 1995, com Michael adulto; depois nos é conduzido ao passado do personagem, em 1958, na Alemanha, quando ele, aos 15 anos, conhece, por acaso, uma mulher mais velha, Hanna, e fica encantado por ela. Os dois se envolvem em uma relação basicamente sexual, mas que, aos poucos, atinge o ponto sentimental. Hanna inicia Michael sexualmente e ele, por sua vez, inicia Hanna na arte da leitura. Os dois passam as tardes de verão envoltos em um clima envolvente de sexo e literatura. A trama/drama inicia quando Hanna, que era bilheiteira em um trem é promovida para um cargo no escritório. Logo em seguida, sem dar maiores explicações, Hanna vai embora.
Nesse instante há uma suspensão na temporalidade de filme. Alguns anos se passam e  Michael só torna a vê-la anos depois, quando ele é um estudante de direito e ela, uma acusada a participar de atos nazistas.
O roteiro de David Hare é brilhantemente construído, apoiando-se em suas personagens, desenvolvendo-as naturalmente, através de cada etapa, e estabelecendo as ligações e dramas de cada uma. Os personagens são extremamente humanos e seus sentimentos, verdadeiros e compreensíveis. Além disso, fortalece-se pela densa questão da vergonha alemã.
Michael é apresentado como um garoto inseguro e introvertido, além de sentimental, características que o acompanham até a idade adulta, quando torna-se um homem frio e explicam certas atitudes suas.
Já Hanna é uma mulher simples, um tanto rude, sem grandes habilidades para comunicação, mas também extremamente envolvente e complexa. Muitas pessoas criticaram o filme por apresentá-la, uma nazista, como uma pessoa boa. Discordo completamente. Em um momento do julgamento de Hanna a personagem pergunta ao Juiz "O que o senhor faria se estivesse no meu lugar?" Acredito que as circunstâncias levaram a personagem a este caminho. O que favorece de maneira positiva a reflexão do espectador que tem que refletir sobre os sentimentos dos personagens e as questões nazitas.


O leitor é um filme maravilhoso que nos leva a reflexão sobre nosso modo de enxergar as coisas que consideramos mais simples na vida, mas que por outro lado, pode representar um grande obstáculo na vida de muitas pessoas

O Leitor : cotação ****1/2
The Reader. EUA, 2008. De Stephen Daldry. Com Kate Winslet, Ralph Fiennes, David Kross. 125min. DRAMA

2 comentários:

Alessandra disse...

ja vi esse filme, amei tbm.
é bonito esse amor puro.

A Menina que não pisca nunca! disse...

É lindo mesmo. Agora quanto ao amor puro, discordo. Acho que era um jogo de interesses que fez nascer um amor nele e com o tempo fez endurecê-lo.